18.12.08

O exorcismo de Emly Rose (Anneliese Michael)


O exorcismo de emily rose Anneliese Michel nasceu em 1952 na Alemanha, vivendo no município de Klingenberg Filha de pais católicos tradicionais, teve uma educação exemplar, teve uma vida normal até 1968, quando começou a ter sintomas parecidos com a epilepsia e esquizofrenia, seu corpo sofria fortes crises impedindo de se locomover e falar.
Depois de um ano de tratamento Anneliese teve alta da clinica onde estava, isso lhe proporcionou a oportunidade de acabar seus estudos e ir para universidade.
Anneliese continuava sendo perseguida por vozes e visões terríveis fazendo com que ela mesmo afirmasse que estaria sendo perseguida por alguma entidade demoníaca, os esforços dos médicos em explicar e tentar curar Anne eram em vão e foi ai que seus pais sentiram que sua filha estava realmente possuída por um poder maligno, as coisas começarão a piorar quando Anne começou a ter visões aterrorizantes nos momentos de prece e uma profunda irritação com relação a objetos e lugares sagrados, seu quadro depressivo aumentara cada vês mais com varias crises de convulsão sendo medicada com fortes psicotropicos para tentar aliviar o sofrimento de Anne, seus pais já bem conscientes do situação em que Anne se encontrava pediram em para a igreja católica seu exorcismo em 1973, mas a igreja católica não aceitou o pedido e aconselhou a família que deveria continuar com o tratamento clinico, a família ainda tentou varias vezes junto a igreja católica o seu exorcismo, mas em vão. Foi quando em 1974 o padre Ernst Alt concluiu que Anne realmente estava possuída, Anne já estava totalmente tomada pela entidade maligna, ela já não tinha mais controle de si, insultava, espancava e mordia os membros da sua família, seu comportamento cada vez mais enlouquecido, dormia no chão se alimentava de baratas, moscas e aranhas que encontrava pelo chão, certa vez bebeu a própria urina, fora os gritos que eram ouvidos de longe por horas, também destruía objetos como crucifixos imagens de santos e de Deus, terços e outros objetos religiosos que encontrava, cometendo também atos de mutilação contra seu próprio corpo. Em 1967 o bispo Josef Stangl, autorizou o exorcismo de Ann que seria feito conforme o Rituale Romanum pelos padres Ernest Alt e Arnold Renz, e por longos 9 meses em 67 seções de exorcismo, eram momentos de tenção em seções de exorcismo de 1 a 2 horas onde por vezes Ann era segurada por até 3 homens tamanho sua força mesmo debilitada, algumas vezes tinha que ser amarrada e até acorrentada , em uma convulsão frenética chegava a fazer 400 flexões de joelhos denominadas( genuflexões compulsivas )causado-lhe serias lesões nos joelhos. Todo o conteúdo dos exorcismos foram gravados em fitas de áudio para se ter bem os detalhes, Ann estava possuída por seis demônios que se autodenomiavam de Caim,Judas,Lúcifer,Nero,Beliel e Fleischmann um bruxo do século XVI. Ann relatou um sonho que teve com a Virgem Maria, sendo que teria lhe dado 2 escolhas para suas condições de vida que seria, ser libertada do demônio ou continuar seu sofrimento para que o mundo soubesse que a ação do demônio existe. Ann escolhera continuar com seu sofrimento para ser um exemplo e alerta a todas as pessoas de que o demônio realmente existe, e seu sacrifício não seria em vão para todos aqueles que não acreditam ou não e que o demônio age de inúmeras formas mesmo tendo fé e que ter fé na própria salvação em Deus deve ser uma meta na vida de cada pessoa. Em 1 de julho de 1976 Ann teria predito sua libertação e morreu em quanto dormia completamente esgotada de suas forças, e a meia noite os demônios libertaram seu corpo e ela parou as convulsões, então Ann pode morrer em paz aos 23 anos de idade. A autopsia realizada definiu a causa da morte por desidratação profunda e total desnutrição, falência múltiplas dos órgãos e com pouco mais de 30 kilos.
Ainda se realizam romarias de orações ao tumulo de Ann para que seu espírito permaneça em paz e que esse exemplo sirva de alerta a todos.
Que Anneliese Michel descanse em paz. A historia de sofrimento de Ann ficou conhecido como o Caso Klingenberg, pelo grande público, deu origem a vários estudos e pesquisas, na area teológica e científica, serviu também como inspiração para os filmes O Exorcismo de Emily Rose
veja o trailer abaixo..

video

5 comentários:

Di disse...

Interessante história, sempre ouvi dizer que o filme era baseado em fatos reais, mas nunca imaginei que fosse da forma descrita.

Anônimo disse...

Deus existe mesmo e demonios tb exite cabe acreditar quem quiser Jesus te chama quem ta lendo esse comentario ´va até uma igreja evangelica e se entregue a Deus.Ñ lhe aconselho vc ir a igreja catolica ñ va a uma igreja evangelica.

Thai disse...

Triste realidade!

Mas como uma pessoa posta um comentário dizendo em qual igreja se deve ir? Como uma pessoa q se diz evangélica diz para as pessoas não irem em uma Católica? eu hein! Isso não existe, cada um segue o seu caminho...

Laura disse...

coitada,tomare que ela descanse em paz,ela se metou de um jeito horroroso e dolorido,so para alertar a jente,adimirem-a

Daniela disse...

Deus Não quer religião, ele quer um coração puro e verdadeiro que o AME e o coloque a frente de TUDO na vida, assim como Jesus fez ! essas pessoas tem mania de querer induzir a escolha do póximo affe, sou evangelica e nem por isso fico falando pra não ir em tal tal. Tem que ir aonde se senti bem aonde se senti a vontade pra fortalecer a Fé ! e esse filme é de mais